INFÂNCIA

 

Que saudade

da terra

que me viu nascer!

 

Passei a tarde

em suas largas avenidas;

lembranças cálidas

de minha infância...

 

Lembrei-me

da pipa

neste céu

azul turquesa,

 das estrelas

cintilantes

 a

iluminar

minha janela,

 

das camélias

perfumadas

brancas

inebriantes...

 

De férias

a

caminhar...

 

...a

lembrança

cala

em minha

alma;

 

serena

meu caminhar,

 

amansa

a

saudade

e

criança

 sempre serei ...

 

...brincar

de

amarelinha

na calçada,

 

pega-pega,

samba - lelê,

Bicicleta...

 

Estrela

cintila

na

janela

de

minha

vida!

 

Avenidas

Alamedas,

jasmins

camélias,

 

PERFUME!

Cleidiner Ventura (Anjo)