PROCURA

 

Ontem éramos

o amanhã

cheio de esperança.

 

Hoje

sou eu

  só ,

infinitamente só,

 

olhando o espaço

e te buscando...

 

Onde estás

que não te encontro?

 

Em que estrela

você brilha,

 

na

lua,

na

rua,

 

ou na luz do meu olhar?

 

Cleidiner Ventura/83