RECORDA-ME


Recorda - me sempre
do amor que trago
no peito marcado.


Do amor que dedico
inteiro,
sincero,
puro!


Recorda-me
das tardes quentes de verão
em que juntos caminhamos
nas brancas areias da praia.


Recorda-me 
de nossas mãos entrelaçadas,
coração em sintonia
na doce sinfonia do nosso amor.


Recorda-me sempre...


Tenho medo de esquecer
pelos caminhos que passo,
um pouco de nós dois...


de nossa história,
tão perfeita, 
tão harmoniosa
tão inteira!


Recorda-me doce amor
de todos os nosso momentos,
não permita que os esqueça
e que os tenha sempre presente,


marcando a cadência
de meus passos
que sempre me levam
para bem juntinho de ti!


Cleidiner Ventura ( Anjo)
18.12.2003

                        

Tarde em Itapoã